Endividamento do Consumidor – Junho de 2014

Página Inicial / Pesquisa / Pesquisa do Consumidor / Endividamento do Consumidor / Endividamento do Consumidor – Junho de 2014
A Pesquisa de Endividamento do Consumidor de Belo Horizonte (PEC-BH) referente ao mês de junho, realizada pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG, aponta que o índice de inadimplência aumentou, registrando 4%. Em maio, esse valor foi de 3,1%. Já o nível de endividamento apresentou recuo em junho, registrando 47,3% ante a 50,6% do mês anterior.

A pesquisa revela ainda que 78,1% dos endividados comprometeram a renda com o cartão de crédito. A participação dos meios eletrônicos de pagamentos correspondeu a 84% do total dos compromissos financeiros em junho. Em contrapartida, no mês de maio, esse valor foi de 79,4%.

Em relação aos cartões de lojas, conhecidos como Private Label, 5,9% dos consumidores comprometeram sua renda por meio dessa modalidade. Já os cheques pré-datados apresentaram um recuo de 3%, ante o mês de maio em que o percentual foi de 3,2%.

Contas atrasadas
O índice de consumidores com contas em atraso foi de 16,9%, mesmo valor do mês anterior. Conforme o economista da Fecomércio MG, Gabriel de Andrade Ivo, o principal motivo dos atrasos é a falta de planejamento, conforme resultado apontado pela pesquisa com 53,6% das respostas.

Do total de entrevistados com contas pendentes, 56,7% planejam saldá-las em até 90 dias, índice inferior ao apurado na última pesquisa (66,6%). “A intenção de quitá-los em curto prazo representa cuidado com o cadastro negativo, o chamado ‘nome sujo na praça’. Isso garante manter os serviços em dia e, principalmente, evitar o pagamento de juros exorbitantes”, destaca o economista.

Postagens Recentes