Cartão de crédito é o que mais pesa no bolso

Página Inicial / Pesquisa / Pesquisa do Consumidor / Endividamento do Consumidor / Cartão de crédito é o que mais pesa no bolso
Buscando auxiliar os empresários do comércio de bens, serviços e turismo de Belo Horizonte, em especial os que utilizam o crédito como ferramenta estratégica, a Fecomércio MG divulga a Pesquisa de Endividamento do Consumidor (PEC). O estudo é pertinente às vésperas deste Natal, época de comércio movimentado e aumento no volume de vendas,  traçando o quadro de endividamento e inadimplência do consumidor.

No quesito endividamento, a pesquisa de novembro apontou um recuo de quase 3,7% em relação ao mês anterior, registrando 54,8%. Desse número, o que mais compromete da renda dos consumidores é o cartão de crédito, apontado por 76,3% dos endividados. “Entre os benefícios gerados pelo uso do cartão estão a segurança, conveniência, agilidade nos processos de compras, prêmios e sua aceitação no mercado. Assim, “a utilização do cartão de crédito é uma excelente opção, desde que utilizado de maneira consciente e planejada. O pagamento da fatura deve acontecer em sua integralidade, evitando o pagamento mínimo e o rotativo, pois os juros são os maiores do mercado”, explica Gabriel Ivo, economista da Fecomércio MG.

Dessa forma, controlar a utilização do cartão é uma das formas de equilibrar o orçamento. Dos entrevistados, 31,6% afirmaram deixar de usar o recurso para evitar novas dívidas e pagar as que estão em atraso. “As pessoas confundem o meio de pagamento como prolongamento da renda. Neste caso, trata-se de um indicativo do uso indiscriminado e descontrolado do cartão para aquisição de uma vasta gama de bens e serviços seguido, muitas vezes, do não acompanhamento sistemático pelos comprovantes de compras”, analisa Gabriel Ivo.

A pesquisa da Fecomércio MG detalha ainda o movimento das taxas de inadimplência ao longo do ano, que em novembro atingiu 6%, maior marca de 2014 até então. Segundo os entrevistados, o maior motivo para o atraso nos compromissos financeiros é o descontrole e a falta de planejamento.

Metodologia

A Pesquisa de Endividamento do Consumidor de BH entrevistou 398 pessoas com cotas proporcionais levando em conta sexo, grupo de idade, escolaridade e regionais.

Postagens Recentes