Expectativas para o Dia dos Namorados

Página Inicial / Notícia / Capa / Expectativas para o Dia dos Namorados
O Dia dos Namorados é considerado a terceira melhor data para o comércio varejista. O teor afetivo da comemoração é o grande motivo para as compras no período e, neste ano, isso não será diferente. A Pesquisa sobre Intenção de Consumo, realizada pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG, mostra que 43,4% dos consumidores de Belo Horizonte irão presentear no próximo 12 de junho. O valor dos produtos deverá chegar a R$ 100, na maioria dos casos (66,9%), sendo que uma boa parcela dos entrevistados está disposta a atingir um tíquete superior, de R$ 100 a R$ 200 (19,8%). O impacto será positivo para 51,5% das empresas.

Na avaliação do economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, o cenário é favorável para o empresariado da capital. Isso porque a compra do “mimo” para o companheiro ou companheira continuará, apesar de a economia brasileira apresentar um alto índice de desemprego e redução dos indicadores relacionados à renda dos cidadãos. “Entre os consumidores que não vão às compras, a maioria (56%) afirmou que não tem a quem presentar, ou seja, trata-se de um fator que não está ligado à conjuntura econômica. Os demais não deixarão de adquirir algum produto, e vão apenas se adequar”, observa.

Isso significa que estarão mais seletivos ao escolher o presente, pesquisando preços e optando por aqueles que aliem qualidade e custo mais acessível. “Para ir ao encontro desse comportamento do consumidor, a realização de promoções e o bom atendimento são fundamentais”, completa Almeida. Ele lembra que o levantamento da entidade reforça que promoções (63,6%) e preços reduzidos (31,2%) são os principais estímulos para os namorados.

Cientes disso, os empresários pretendem investir justamente nesses aspectos para garantir um bom desempenho no Dia dos Namorados, de acordo com outro estudo da Fecomércio MG, o de Expectativa de Vendas. Quase 65% dos comerciantes de BH vão tentar atrair a atenção dos clientes por meio de promoções e liquidações, e 19,1% irão investir na visibilidade da loja. Do total de entrevistados, 58,3% esperam alcançar um resultado igual ou melhor do que o de 2015.

Assim como no ano passado, os artigos preferidos para o amado ou amada serão roupas (25,4%), calçados (11,0%) e produtos de perfumaria (8,1%).

Postagens Recentes