IPCA acumula 0,08% em setembro

Página Inicial / Notícia / Economia / IPCA acumula 0,08% em setembro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulou 0,08% em setembro, o menor percentual para o mês desde 1998, revelou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, um efeito sazonal foi o principal responsável pela desaceleração do índice: o fim das Olimpíadas 2016. “Esse movimento de queda nos preços foi observado, principalmente, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Houve uma redução no fim de setembro após a alta dos preços durante o evento, contribuindo para a deflação na capital fluminense”, avalia.

Conforme o IBGE, três capitais do Brasil registraram deflação no mês: Rio de Janeiro (-0,17%), Vitória (-0,16%) e Belo Horizonte (-0,06%). Excluindo o Rio – onde o motivo para a redução no nível dos preços ocorreu, em grande parte, devido à queda nos preços dos hotéis – em Vitória e BH a baixa generalizada dos valores dos itens alimentícios contribuiu para a redução. “O grupo de alimentos tem um peso considerável na composição do IPCA e contribuiu significativamente para o movimento de deflação nessas cidades”, pontua Almeida.

O índice de setembro surpreendeu agentes de mercado, incluindo o governo federal. O Boletim Focus, do Banco Central do Brasil, apontou, em seu último relatório, a expectativa de que a inflação oficial encerre o ano em 7,04%, índice 0,32 pontos percentuais abaixo da previsão de setembro. Na avaliação do economista, o processo de desaceleração do IPCA aumenta a possibilidade de uma redução na taxa básica de juros da economia (Selic), atualmente em 14,25%.

Acesso o relatório completo neste link.

Postagens Recentes