Revisão do carro é prioridade nas férias

Página Inicial / Notícia / Revisão do carro é prioridade nas férias

As férias de verão chegaram e, com elas, a necessidade de realizar uma boa revisão preventiva no carro. Especialmente para quem vai pegar a estrada, esse item precisa estar no topo da lista de prioridades, pois é tão ou mais importante que a reserva da hospedagem, por exemplo. Trata-se de um cuidado que vai evitar um mau funcionamento durante o trajeto, garantindo segurança e tranquilidade aos passageiros e terceiros.

Mesmo que a manutenção periódica do veículo esteja atualizada, é importante conferir itens básicos nos dias que antecedem a viagem. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Automóveis e Acessórios de Belo Horizonte (Sincopeças BH), Helton Andrade, destaca alguns deles: cinto de segurança, limpadores de para-brisa, triângulo, nível de água e óleo do motor, sistema elétrico (ar-condicionado, lanternas e faróis) e, principalmente, pneus e freio.

Segundo ele, esses dois últimos merecem atenção especial, uma vez que entrar em uma rodovia com freios ou pneus desgastados é assumir o risco de um acidente. Por isso, a revisão preventiva vai confirmar se todo o sistema de freios – composto de várias peças, como disco, pastilhas, cilindros, entre outras – está em bom estado. Se forem detectados problemas em algum dos componentes, ele deverá ser trocado. O nível do fluido do freio também deve ser checado.

Já os pneus precisam estar em perfeitas condições, principalmente nesta estação chuvosa, quando há risco de aquaplanagem. A revisão verifica o nível de desgaste da borracha e certifica que os pneus não estão “carecas”, indicando a substituição do item, se for o caso. Isso garante estabilidade na hora da freada e ainda evita multas em razão da má conservação desses acessórios.

Também é essencial fazer a calibragem em conformidade com a pressão indicada no manual do proprietário, inclusive observando os valores no caso de o veículo rodar com peso extra. “Muita gente não se preocupa com isso, mas, um erro no momento de calibrar os pneus pode acarretar danos, entre eles o desgaste prematuro e a dificuldade na dirigibilidade”, argumenta Andrade. Além disso, deve-se conferir o estepe e realizar o alinhamento e balanceamento das rodas.

Para se certificar de que o trabalho de manutenção veicular será adequado, a orientação do presidente do Sincopeças BH, filiado ao Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos, é de que as pessoas procurem um centro automotivo ou oficina legalizada. Essas empresas têm profissionais qualificados e aptos a realizar os procedimentos e emitirão nota fiscal, dando, portanto, garantia pelo serviço prestado. O ideal é que a revisão preventiva seja realizada a cada dois meses.

Postagens Recentes