PIB recuou 3,6% em 2016

Página Inicial / Notícia / Economia / PIB recuou 3,6% em 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro recuou 3,6% em 2016. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nessa segunda-feira, 7 de março. Foi o segundo ano consecutivo de queda (em 2015, a retração observada foi de 3,8%). Os dados configuram a pior crise já registrada na economia brasileira.

“A continuidade do processo de deterioração dos indicadores, notadamente até meados de 2016, contribuíram de forma negativa para os principais componentes do PIB, isto é, consumo e investimento”, avalia Guilherme Almeida, economista da Fecomércio MG. Pela ótica da produção, os impactos negativos se deram de forma generalizada: agropecuária, indústria e serviços recuaram 6,6%, 3,8% e 2,7%, respectivamente.

Em relação a demanda, tiveram quedas o consumo das famílias (-4,2%), o consumo do governo (-0,6%) e a Formação Bruta de Capital Fixo (-10,2%). “Nesse contexto, percebemos um novo recuo no consumo familiar, importante indicador para o comércio, o que imputou uma nova queda ao setor terciário”, completa o economista.

A contribuição positiva veio do setor externo. Pautadas na desvalorização cambial, as exportações cresceram 1,9%, enquanto as importações retraíram 10,3%.

O relatório completo pode ser acessado aqui.

Postagens Recentes