Palestra sobre operações de combate a corrupção

Página Inicial / Notícia / Jurídico / Palestra sobre operações de combate a corrupção

Com o objetivo de aumentar o conhecimento da classe empresarial a respeito da operação “Lava Jato”, que tem atuado há três anos, movimentando o cenário político e empresarial do país, desbaratando o maior escândalo de corrupção da história política brasileira, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio), realizou mais uma edição do ciclo de Diálogos Empresariais. Dessa vez, o tema “Das Mãos Limpas à Lava Jato”, foi apresentado pela advogada Tacianny Machado, assessora jurídica da Fecomércio de Minas Gerais.

Na palestra proferida, a jurista traçou um paralelo entre a operação italiana, que desbaratou um esquema de corrupção sistêmica que atingiu toda a classe política da Itália, com a operação em curso no Brasil, que já levou até o ex-presidente da Câmara dos Deputados à cadeia, ação também caracterizada como a maior esquema de fraudes e corrupção da história política brasileira.

Tacianny Machado abordou as operações, fazendo comparativos entre as duas, mostrando suas similitudes e procedimentos que convergem no caminho de igualdade das ações dos dois países, para o combate à corrupção. Destacou a importância da quebra do silêncio por parte dos envolvidos nos escândalos, para a identificação dos problemas e haja a execução processual contra os envolvidos, dando detalhes do funcionamento do mecanismo da delação premiada para os investigados que colaborem com o trabalho da justiça.

A jurista destacou que tanto na Itália, quanto no Brasil, o cenário dos países era o mesmo durante os períodos de ocorrência das operações. O crescimento econômico estava estagnado, havia o impedimento do desenvolvimento por meio das ações corruptoras que estavam enraizadas na classe política. Tacianny Machado destacou a atuação da imprensa como um meio de promover a atuação da justiça nas práticas das operações e ressaltou como o uso da mídia foi fundamental para o êxito das operações. Mostrando que as ações das justiças italiana e brasileira são muito convergentes para o combate à corrupção.

Assim como no Brasil, a Itália também enfrentou um grande problema de corrupção em empresas estatais, que ao final da operação Mãos Limpas, foi avaliado que parte dos contratos realizados com a iniciativa pública foram alvo de corrupção por parte de políticos italianos. No Brasil, quanto mais se esmiúça os contratos públicos, mais fraudes vão sendo descobertas, inclusive nas companhias de hidrocarbonetos (petrolíferas). O exemplo colocado foi o da ENI em comparação com a Petrobrás, que também está envolvida profundamente em esquemas de corrupção. Envolvimento de fraudes em contratos com construtoras italianas, bem como no Brasil, também foram exemplificados em detalhes pela jurista, que passou um período na Itália, para conhecer mais aprofundadamente a Mãos Limpas.

Ao final, Tacianny Machado lembrou que a atuação da operação Mãos Limpas levou ao fim de vários partidos políticos italianos, a exemplo do Partido Socialista Italiano e do Democrata Cristão, a prisão de vários políticos e empresários e o fim da Primeira República Italiana, junto com seu maior líder, o nove vezes premiê italiano, Guilio Andreotti, além de vários políticos e empresários que deram cabo de suas vidas, suicidando-se.

Tacianny destacou a importância da realização dos Diálogos Empresariais, pela Fecomércio, valorizando a iniciativa e destacando o seu papel no desenvolvimento econômico e crescimento nacional, com a prática correta empresarial. “A Fecomércio é uma entidade de classe que tem um importante papel no desenvolvimento empresarial. São ações como essas que ajudam a promover as mudanças necessárias para um melhor ambiente de negócios. A multiplicidade de assuntos tratados pela Fecomércio é muito importante para a sociedade. O papel da entidade é fundamental para garantir a fluidez da economia e melhoria das relações comerciais, feitas de forma limpa e ética”, destacou.

O presidente da Fecomércio SE, Laércio Oliveira, valorizou o trabalho da jurista mineira, lembrando que ela ocupa uma posição de destaque no cenário nacional na área de Direto do Trabalho e sua atuação destacada como difusora do conhecimento jurídico. “Receber a Dra. Tacianny aqui foi uma experiência enriquecedora. Hoje tivemos a oportunidade de entender melhor uma operação que desbaratou a corrupção na Itália e que está seguindo o mesmo ritmo de caça aos corruptos no Brasil. A nossa convidada é uma grande profissional do Direito do Trabalho, tem lutado junto com a Fecomércio de Minas Gerais, para buscar as melhorias nas relações trabalhistas e do ambiente de negócios e hoje nos brindou com uma excelente explanação sobre combate à corrupção. Ficamos muito orgulhosos de ter a visita de tão ilustre profissional aqui em Sergipe”, finalizou.

Crédito: Fecomércio SE

Postagens Recentes
Fale Conosco

Entre em contato conosco. Retornaremos o mais breve possível.