Minas é destaque na criação de empregos

Página Inicial / Notícia / Economia / Minas é destaque na criação de empregos
O Estado de Minas Gerais encerrou o mês de junho com o melhor saldo na geração de empregos de todo o país. De acordo com os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, 15.445 novos postos de trabalho foram criados no mês passado. Os setores que mais abriram vagas foram a agropecuária e serviços.

Com crescimento de 0,05% em relação ao mês de maio, Minas registrou o maior avanço entre todos os estados brasileiros. O saldo é determinado pela diferença entre as contratações (108.965) e as demissões (107.392). O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, informou que a criação de empregos em Minas Gerais mostra que o país está no caminho certo da retomada do crescimento.

Também segundo os dados do Caged, pelo terceiro mês consecutivo, o país mostrou resultado positivo na abertura de empregos, com quase 10 mil novas vagas. Os números também apontam para um desempenho favorável no semestre. No acumulado de janeiro a junho, foram criados mais de 67 mil postos de trabalho, aumento de 0,18% em relação ao mesmo período do ano passado.

Vagas para mulheres cresceram em maio

Os setores de agropecuária, serviços, administração pública e construção civil foram os responsáveis pelo maior número de contratações de mulheres, de acordo com a pesquisa de maio do Caged, divulgada pelo Ministério do Trabalho. No total, foram 13,92 mil postos femininos na agropecuária, 1,99 mil no setor de serviços, 793 na administração pública e 172 na construção civil. Minas Gerais ficou em 2º lugar com a maior abertura de cargos para as mulheres, com 7,46 mil. Em 1º ficou São Paulo com a criação de 7,9 mil empregos.

Mesmo com o resultado positivo, os números ainda são inferiores quando comparados com as vagas de trabalho masculino. No mesmo mês, foram abertos 9,37 mil postos de trabalho feminino, já para os homens foram criadas 24,88 mil. Os números reforçam a necessidade do estímulo à igualdade de gênero e, consequentemente, o aumento de ofertas de emprego para as mulheres.

Postagens Recentes