Varejo registra melhora em Minas

Página Inicial / Notícia / Economia / Varejo registra melhora em Minas

Seis das dez atividades avaliadas no comércio varejista mineiro melhoraram o volume de vendas em outubro, frente ao mesmo mês de 2016. O resultado faz parte da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada na última quarta-feira (13/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Atividades como tecidos, vestuário e calçados (27,8%); livros, jornais, revistas e papelaria (19,2%); e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (14%) se destacaram em outubro, no Estado. Em contrapartida, os segmentos de combustíveis e lubrificantes (-27,3%); equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-18,6%); outros artigos de uso pessoal e doméstico (-5,3%) e veículos, motocicletas, partes e peças (-3,9%) retraíram.

De acordo com a pesquisa, as vendas no varejo ampliado aumentaram de 6,2% no décimo mês do ano. Esse setor se diferencia do varejo restrito por incluir os segmentos de materiais de construção e veículos e peças. Enquanto no acumulado do ano o varejo ampliado cresceu 0,9%, em 12 meses a retração ainda predomina (-0,2%).

O varejo restrito, por sua vez, registrou uma menor expansão na passagem de setembro para outubro (2,1%). Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o aumento observado foi de 4,8%. No acumulado em 2017 e nos últimos 12 meses, as vendas aumentaram 3,8% e 2,7%, nesta ordem.

O economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, destaca que o varejo em Minas vem reagindo diante da melhoria da conjuntura econômica. “Esta foi a sexta alta seguida das vendas no varejo ampliado e a décima no varejo restrito. Fatores como a redução do custo do crédito às famílias e a expansão do emprego formal tem alimentado a demanda familiar. Associados à estabilidade da inflação e às políticas microeconômicas, eles têm contribuído para a evolução do setor”.

Ainda que os resultados mensais apresentem certa volatilidade, segundo Almeida, já é possível estimar um saldo positivo para as vendas neste ano.

A pesquisa completa pode ser acessada pelo site do IBGE.

Postagens Recentes