Fecomércio MG divulga nota sobre os impactos da paralisação

Página Inicial / Notícia / Economia / Fecomércio MG divulga nota sobre os impactos da paralisação

Comunicado

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio MG) acompanha com grande preocupação os desdobramentos da greve dos caminhoneiros. Os impactos vêm sendo sentidos na sociedade, e influenciam em todos segmentos do comércio de bens, serviços e turismo. Apesar da paralisação ser legítima em seus objetivos, em nossa avaliação já alcançou êxito em grande parte das reivindicações apresentadas pela categoria.

São nítidos os transtornos causados pelo desabastecimento generalizado, que pode trazer danos ainda maiores ao país, como aumento do desemprego, falta de gêneros alimentícios, estoques, baixo fluxo de vendas e prejuízo ao desenvolvimento econômico. Só em Minas Gerais, os segmentos de combustíveis, lubrificantes, hipermercados e supermercados registraram perdas de R$ 418,4 milhões até o oitavo dia da greve, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A Fecomércio MG confia na breve retomada das atividades econômicas, evitando o agravamento dos prejuízos econômicos e sociais que já estão sendo suportados por toda a sociedade brasileira.

Lúcio Emílio de Faria Júnior
Presidente interino do Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac

Foto:Tânia Rêgo/ABr

Postagens Recentes