Chegada do inverno estimula as vendas no comércio

Página Inicial / Notícia / Economia / Chegada do inverno estimula as vendas no comércio
Os especialistas em meteorologia avisaram que o frio, em 2018, seria igual ou mais intenso que no ano passado. Ao receber essa notícia, os empresários do comércio varejista de Minas Gerais começaram a se preparar. Faltando poucos dias para a chegada da estação, que inicia oficialmente em 21 de junho, cresce o otimismo com a possibilidade de expansão das vendas, especialmente nos setores de tecidos, vestuário e calçados. Uma pesquisa da Fecomércio MG mostra que a temporada de baixas temperaturas impacta positivamente 70,4% dessas empresas. Entre elas, 58,4% apostam em resultados melhores do que os obtidos no mesmo período de 2017.

De acordo com 62,6% dos entrevistados, a explicação para o otimismo é justamente o anúncio de que o frio seria mais rigoroso. Já para 10,1%, a estabilidade econômica é a principal causa. Outros 9,4% têm percebido que o consumidor comprou mais neste primeiro semestre, por exemplo, nas datas comemorativas. “O inverno é uma estação de oportunidades para o comércio. É o momento de aproveitar as necessidades impostas pela queda das temperaturas, com a comercialização de artigos específicos para essa época e de maior valor agregado”, observa a analista de pesquisa da Federação, Elisa Castro.

De olho nesse nicho, o estudo mostra que 83,3% dos empresários do Estado investiram em novos produtos para a loja, ao passo que quase 69% destinaram recursos para propaganda/divulgação, e outros 14,4% contrataram funcionários temporários para reforçar a equipe. Os segmentos que mais se destacam são os de calçados e artigos de viagem (77,3%); vestuário e acessórios (68,9%); e tecidos, cama, mesa e banho (66,1%). As regiões mais impactadas positivamente pelas vendas no período são Alto Paranaíba (84,2%), Central (78,9%) e Sul de Minas (78,9%).

Já o preço das mercadorias teve reajuste médio de 11,3% neste ano, conforme informaram os entrevistados. Em contrapartida, 68,7% das lojas já realizou ou realizará ações para escoamento dos estoques de primavera/verão. “É uma oportunidade para os clientes, que poderão encontrar descontos em torno de 40% nesses produtos”, completa Elisa.

Postagens Recentes