Minas tem saldo positivo de abertura de lojas

Página Inicial / Notícia / Economia / Minas tem saldo positivo de abertura de lojas

O saldo entre aberturas e fechamentos de estabelecimentos comerciais com vínculo empregatício voltou a crescer entre janeiro e junho deste ano. O incremento foi de 2.252 pontos de venda no país, contra o fechamento de 19.515 lojas no mesmo período do ano passado. Os números compõem o balanço da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O resultado favorável confirma o segundo semestre consecutivo de aumento e o melhor desempenho semestral desde a segunda metade de 2013.

Minas Gerais acompanhou a recuperação nacional, com abertura de 340 lojas no período, atrás apenas de São Paulo (+2.468) e Santa Catarina (+852). No segundo semestre de 2017, o saldo no Estado foi de 541 novos estabelecimentos, contra o fechamento de 558 lojas nos primeiros seis meses do ano passado.

Apesar dos números favoráveis ao longo do último semestre, a CNC considera decepcionante o ritmo de expansão de pontos de venda no país. Assim, reduziu a previsão de abertura de 20,7 mil lojas no varejo brasileiro para 5,2 mil até o fim deste ano.

O economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, lembra que a abertura de novos estabelecimentos demanda um aporte de capital considerável, o que leva o empresário do comércio, ainda cauteloso com a economia, a não concretizar esses investimentos. “Estamos em um cenário de lenta recuperação econômica e, principalmente, muita incerteza em torno do cenário político, além do mercado de trabalho ainda fraco. Esses são alguns fatores que inibem a injeção de recursos em novos negócios”, avalia.

Acesse aqui a íntegra do balanço da CNC.

Abertura líquida de estabelecimentos varejistas com vínculos empregatícios 
Região 1º sem. 2017 2º sem. 2017 1º sem. 2018
Minas Gerais -558 541 340
Brasil -19.515 218 2.252
Postagens Recentes