Novo modelo de sindicalismo

Página Inicial / Notícia / Geral / Novo modelo de sindicalismo

Criado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Sistema de Excelência em Gestão Sindical (Segs) visa incentivar a excelência na gestão das federações e sindicatos, capacitando líderes e executivos sindicais para que tenham uma atuação mais eficaz em prol dos interesses das empresas que representam. Nos últimos anos, o projeto se propõe a ajudar esse público a enfrentar um grande desafio: se reinventar diante do novo modelo de sindicalismo.

A multiplicadora do Segs na Fecomércio MG, Nayara Alves, explica que o planejamento dos sindicatos se baseia no diagnóstico realizado com os empresários, sendo possível assim ter uma competição justa no mercado. Diante disso, a entidade busca o empoderamento sindical, além de rever as estratégias adotadas e aumentar as forças de atuação, contribuindo para o desenvolvimento econômico e comunicação com os segmentos. Ela explica que o antigo modelo de sindicalismo foi extinto quando as contribuições deixaram de ser obrigatórias. “Agora, é o momento de atuar com base na representatividade efetiva e ativa, mostrando para o empresário que é importante a contribuição para manter importantes benefícios, como os produtos e serviços propostos pela Fecomércio MG”, explica.

Para isso, o Sistema de Excelência em Gestão Sindical em 2019, será focado na busca do auto sustentação das federações e sindicatos e servirá de comunicação para levar a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) na rotina da vida sindical.  Nayara explica que as ferramentas de avaliação e o sistema de gestão por objetivo terão enfoque nos negócios e no plano de melhoria das entidades, com práticas eficazes para permitir uma entrega rápida do diagnóstico. 

Último encontro do Segs Ciclo 2018

Inovação e transformação foram os temas que nortearam o último encontro Segs, realizado em novembro, no auditório Caetano Vasconcelos, na unidade do Senac em Belo Horizonte. O encontro fecha o ciclo 2018, que contou com três eventos durante o ano.

Nessa última edição, representantes sindicais e colaboradores da Federação participaram de uma série de atividades focadas na capacitação de líderes e executivos sindicais. Pela primeira vez, o evento aconteceu em parceria com o Sindicato Cinco Estrelas que tem a proposta de debater, nas próximas edições de 2019, temas demandados pelos sindicatos. “O Sindicato Cinco Estrelas nasceu com o propósito de trazer as melhores práticas do mercado para cada comarca. A ideia é alavancar a atividade sindical com treinamentos direcionados, produtos e serviços personalizados, assim como auxiliar na escolha de soluções empresariais”, explica Natália Gomes, analista do núcleo de Estratégia e Inovação da Fecomércio MG e uma das idealizadoras do projeto.

O Movimento Empresarial de Inovação e Competitividade (MEIC) também foi apresentado para os participantes. Além das informações sobre o projeto, que tem como finalidade de promover ações de inovação nos setores de comércio e serviços de Minas Gerais, a orientadora profissional e de carreira, fundadora e diretora do IBH, Terezinha de Cássia, conduziu uma “Oficina de Gestão de Pessoas”, que propôs reflexões sobre as práticas de gestão de pessoas, por meio do uso de técnicas e jogos cooperativos empresariais.

A programação contou ainda com a palestra “Atitudes e Transformações/ Visão do Futuro”, ministrada pelo consultor empresarial Cristiano Lopes, que mostrou as práticas atuais para motivar empresários na gestão dos negócios. “Existe algo importante entre pensar e fazer que é: ter atitude”, disse. Já a analista de pesquisa da Federação, Elisa Castro, falou sobre o panorama econômico para 2019, com os principais indicadores de 2018, que podem influenciar nos resultados do comércio no próximo ano.

Postagens Recentes