Fecomércio MG realiza primeiro encontro do Segs em 2019

Página Inicial / Notícia / Desenvolvimento Empresarial / Fecomércio MG realiza primeiro encontro do Segs em 2019

Um dia dedicado à avaliação das entidades sindicais que compõem o Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac e às possibilidades de fortalecê-las. Assim se desenrolou o primeiro encontro do Sistema de Excelência em Gestão Sindical (Segs) Ciclo 2019. O evento, que reuniu representantes de sindicatos e colaboradores da Federação em abril, apresentou os produtos e serviços disponibilizados pelo Sistema aos seus representados.

A multiplicadora do Segs na Federação, Nayara Alves, explica que a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) espera, para este ano, que o projeto promova ainda mais o empoderamento sindical. Para efetivá-lo, ela acredita ser preciso investir em diagnósticos, verificar a qualidade da atuação e, se necessário, rever estratégias. “O novo modelo de sindicalismo requer uma representatividade efetiva e ativa, capaz de mostrar para o empresário a importância de manter os benefícios da Fecomércio MG, bem como os dos Sesc e Senac”, avaliou.

O primeiro encontro do ano contou com palestras que incentivaram os participantes a fazer um balanço das atividades já realizadas. Em um desses momentos, o analista administrativo do Sesc em Minas Bruno Mendes reforçou a importância de os sindicatos inovarem para enfrentar as mudanças decorrentes do fim da obrigatoriedade das contribuições.

Pensando na necessidade de se rever as práticas atuais, Mendes listou, na ocasião, três alicerces que sustentam qualquer tipo de venda. “A honestidade com o cliente, oferecendo produtos que realmente os atendam; o conhecimento sobre todos os serviços para indicar as melhores opções que temos disponíveis e o pensar fora da caixa, buscando possibilidades para inovar”, ressaltou.

Além de Mendes, o gerente comercial do Senac em Minas, Gilmar Silveira, e o coordenador do Departamento Comercial da Fecomércio MG, Danilo Manna, apresentaram alguns serviços oferecidos pelas entidades e reforçaram a disponibilidade em auxiliar os sindicatos nessa jornada.

1oSegs2019_grupo_Crédito_Jéssica Andrade

Primeira edição do Segs em 2019 buscou incentivar o empoderamento sindical – Foto: Jéssica Andrade

Foco na avaliação

Representando a Fecomércio MG, a analista de Negócios Internacionais Juliana Peixoto e a analista de pesquisa Elisa Castro aplicaram o método desing thinking com representantes dos sindicatos. A proposta foi identificar os desafios das entidades e as expectativas em relação à Federação. “Essa é uma atividade interativa, que faz parte do MEIC, o Movimento Empresarial de Inovação e Competitividade. Ele tem como objetivo promover ações de inovação, explorando os anseios do cliente e as novas possibilidades de atendê-lo”, explicou Elisa.

Já Alexandre dos Santos, técnico da Divisão Sindical da CNC, abordou a necessidade de acompanhar as propostas e ações desenvolvidas pelas entidades, bem como mensurar resultados. Durante o evento, ele apresentou novas ferramentas de avaliação e o sistema de gestão por objetivos da CNC. “Nele, são utilizadas questões amplas para verificar o que tem sido feito, o que falta e até mesmo o que deve ser mudado. Só acompanhando as atividades conseguiremos fortalecer o relacionamento com os representados”, apontou.

Em outra ocasião, o assessor legislativo da Confederação, Felipe Miranda Oliveira, apresentou temas como as estratégias de atuação em conjunto, o engajamento do meio empresarial, os debates de proposições de grande impacto para o Sistema Comércio, além de debater o uso de ferramentas que auxiliam na a gestão das informações legislativas.

Sobre o Segs

Criado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Segs visa incentivar a excelência na gestão de federações e sindicatos, capacitando líderes e executivos sindicais para que tenham uma atuação mais eficaz em favor dos interesses de seus representados.

O programa se estrutura em seis eixos: atuação legislativa, relações sindicais, representação, produtos e serviços, atuação gerencial e comunicação institucional. Ele preconiza a autoavaliação e o compromisso com a busca por melhorias constantes.
Atualmente, o Segs conta com o Sistema de Avaliação Sindical (SAS), uma plataforma on-line onde são identificados pontos que carecem de mais atenção. Eles são analisados em três etapas: autoavaliação, avaliação de verificação e avaliação de consenso, cujo objetivo é estimular o autoconhecimento e o desenho de metas para uma atuação cada vez mais eficaz e comprometida.

Postagens Recentes