Workshop da CNC destaca equilíbrio nas negociações

Página Inicial / Notícia / Cursos e eventos / Workshop da CNC destaca equilíbrio nas negociações

O papel das entidades sindicais nas negociações patronais e a busca por equilíbrio nesse processo foram os destaques do workshopPrática de Negociação Coletiva” (28/03), promovido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), no Rio de Janeiro. Os advogados da Fecomércio MG Tacianny Machado e Thiago Magalhães participaram do encontro, ministrando a palestra “A negociação coletiva e a sustentabilidade do sindicato”.

Na abertura, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, enfatizou a necessidade de defender as instituições e atividades que compõem o Sistema Comércio. “Estamos passando por um processo de informações distorcidas, que precisam ser esclarecidas nos fóruns adequados”, destacou. Segundo ele, a busca de alternativas para a sustentação das entidades deve perpassar todo o Sistema.

Para a assessora jurídica da Presidência da Fecomércio MG, Tacianny Machado, o workshop foi um momento oportuno para apresentar as mudanças propostas pela nova legislação trabalhista. “Nós buscamos propiciar aos representantes de cada Federação presente uma oportunidade de se atualizar sobre as recentes decisões judiciais referentes às convenções e acordos coletivos de trabalho.”

Na foto, Thiago Magalhães

Na foto, o coordenador jurídico sindical da Fecomércio MG, Thiago Magalhães; Thiago Árabe e Marcelo Árabe, do Sindicato do Comércio de Uberaba; a assessora jurídica da Presidência da Fecomércio MG, Tacianny Machado; o presidente do Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac, Lúcio Emílio de Faria Júnior; e Mateus Dornelas, da CNC  – Crédito: Arquivo pessoal

Outro palestrante do evento, o coordenador jurídico sindical da Federação, Thiago Magalhães, reiterou a importância do evento diante do ambiente desafiador imposto às entidades sindicais. “O workshop foi uma oportunidade para trocarmos experiências e buscarmos convenções coletivas de trabalho que alcancem os melhores resultados para as empresas e os empregados”, ressaltou.

Segundo Tacianny, a livre negociação coletiva é o melhor caminho para potencializar a representatividade sindical. “Por meio desses instrumentos coletivos podemos garantir regras mais claras e objetivas, que produzam um ambiente de negócios adequado, fomentando, ao mesmo tempo, a livre iniciativa e o valor social do trabalho”, analisou.

Durante o workshop, outros renomados profissionais também participaram de painéis para debater temas fundamentais ao dia a dia as entidades de classe e aos empresários do setor terciário, como aspectos gerais das negociações coletivas e a segurança jurídica na construção da pauta patronal.

[ Confira as fotos do workshop no Flickr da CNC ]

Foto: Christina Bocayuva

Postagens Recentes