Dia das Mães movimenta quase 70% do comércio de Minas

Página Inicial / Notícia / Economia / Dia das Mães movimenta quase 70% do comércio de Minas
Celebrado este ano no dia 12 de maio, o Dia das Mães é a segunda melhor data comemorativa para o comércio varejista, só perdendo para o Natal. O período afeta positivamente 69,8% das empresas que compõem esse setor em Minas Gerais. É o que mostra a pesquisa Expectativas do Comércio Varejista – Dia das Mães/ 2019, realizada pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG.

A comemoração se destaca pelo forte apelo emocional e comercial, gerando diversas oportunidades de negócios, principalmente nos setores de vestuário, calçados, acessórios, decoração e artigos do lar, perfumaria, dentre outros. “A data também começa a abrir possibilidades para o segmento de turismo de lazer e serviços em geral, que abrange restaurantes, institutos de beleza, organizações culturais, agências de viagens e rede hoteleira”, destaca o economista da Federação, Guilherme Almeida.

A análise revela que 56,6% dos empresários esperam que as vendas este ano sejam melhores que as do ano passado. O otimismo e a esperança (27,8%) e a expansão da economia e das vendas do comércio (19%) foram os principais motivos apontados para a expectativa por esse resultado.

Para melhorar as vendas no período, 38,7% dos comerciantes investirão em propaganda e divulgação e 38% deverão realizar promoções e liquidações para atrair o consumidor. Na opinião dos empresários, as compras parceladas no cartão de crédito (51,1%) devem se sobressair em relação às demais no período.

Neste ano, a pesquisa Expectativas do Comércio Varejista – Dia das Mães/2019 adota uma nova metodologia. Mais abrangente e completa, a amostragem reúne 380 empresas espalhadas pelas dez regiões de planejamento do Estado (Alto Paranaíba, Central, Centro-Oeste, Jequitinhonha-Mucuri, Noroeste, Norte, Rio Doce, Sul de Minas, Triângulo e Zona da Mata), não ficando restrita a Belo Horizonte. A margem de erro da pesquisa, realizada entre 28 de março e 3 de abril, é de 5 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Consumo em BH 

A Fecomércio MG também avaliou as expectativas dos consumidores para essa data comemorativa. Segundo a pesquisa Intenção de Consumo – Dia das Mães/ 2019, 48,4% dos belo-horizontinos irão presentear no período, valor semelhante em relação aos que pretendiam dar presentes na data no ano passado (48,6%).

Entre aqueles que não irão às compras, 47,1% afirmaram que não têm a quem presentear e 17,3% não têm esse costume. Outros 12,6% disseram não possuir dinheiro para ir às compras. “O cenário apontado nesta análise é mais cauteloso, em certa medida por causa do aumento do desemprego sazonal”, ressalta Almeida.

O ticket médio para 61% dos belo-horizontinos que pretendem gastar com presentes no período não ultrapassará os R$ 100,00. Os consumidores não desejam assumir dívidas com as compras da data: 72% optarão por pagamentos à vista, no dinheiro ou no cartão de débito.

Como atrativos para as compras, os moradores da capital mineira indicaram as promoções (58,9%) e o preço reduzido (27,6%). Em contrapartida listaram como fatores de desestímulo, principalmente, os preços altos (70,3%) e o atendimento precário (10,4%).

A pesquisa também mostra que 61,5% dos entrevistados irão passar o dia em casa, enquanto 29,8% almoçarão e/ou jantarão na casa de familiares. Outros 1,7% irão almoçar e/ou jantar em algum restaurante, 1% irão viajar e 0,5% viajarão para casa de familiares.

A pesquisa Intenção de Consumo – Dia das Mães/2019 foi realizada em Belo Horizonte, com 397 pessoas, entre os dias 8 a 12 de abril. A margem de erro é de 5 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Postagens Recentes