Nota eleições Fecomércio MG

Página Inicial / Notícia / Institucional / Nota eleições Fecomércio MG

A Fecomércio MG informa que nesta segunda-feira (17/06) a 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) reconheceu a legitimidade do processo eleitoral da Federação, referente ao quadriênio 2018-2022. A entidade, que possui uma história de mais de 80 anos em favor do fortalecimento e da defesa da categoria econômica do comércio de bens, serviços e turismo do Estado de Minas Gerais, acredita que a justiça foi feita ao ser declarada a regularidade das eleições.

Diante das intercorrências provocadas pelos 11 (onze) sindicatos inconformados com a derrota, ficou confirmado que toda a condução – feita com a presença de um interventor judicial e fiscais das 2 (duas) chapas – ocorreu de forma legítima. A ação ainda celebra a legalidade do processo eleitoral que transcorreu de forma transparente e democrática, por meio do voto dos sindicatos filiados, no dia 24 de julho de 2018.

A decisão judicial proferida pelos desembargadores da 1ª Turma do TRT-MG autorizou ainda que os 4 (quatro) membros da chapa vencedora, que tiveram a posse suspensa por deliberação judicial anterior, sejam empossados fazendo prevalecer o princípio da presunção de inocência e da autonomia do processo eleitoral.

Serão empossados: Lázaro Luiz Gonzaga, presidente; Sebastião da Silva Andrade, 1º vice-presidente; Marcelo Carneiro Árabe, 1º tesoureiro; e, José Donaldo Bittencourt, 6º secretário.

A Federação reafirma, mais uma vez, o compromisso em fortalecer e estimular a economia de Minas Gerais e do país. A entidade esclarece ainda que está funcionando normalmente e todos os atos praticados por seus dirigentes sindicais permanecem sendo executados em estrita observância às normas do estatuto da Federação.

Belo Horizonte, 17 de junho de 2019.
Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais (Fecomércio MG)

Postagens Recentes