Minas Gerais vence como o melhor lugar para visitar no Brasil

Página Inicial / Notícia / Negócios Turísticos / Minas Gerais vence como o melhor lugar para visitar no Brasil

O maior número de cidades eleitas como Patrimônio Cultural da Humanidade, título concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), encontra-se em Minas Gerais. Agora, o Estado também figura como o melhor destino histórico e de natureza, segundo turistas paulistanos. É o que mostra o estudo “O Melhor de São Paulo Turismo”, do Instituto Datafolha.

O trabalho, baseado em uma pesquisa feita pela instituição, avaliou as opções de viagem dos moradores da capital paulista em 50 categorias. E o resultado não poderia ser mais interessante para o Estado. O estudo apontou Minas Gerais como melhor destino histórico – escolha de 24% dos entrevistados – e de natureza – votado por 6% dos entrevistados – no Brasil, em 2019.

O Centro Histórico de Ouro Preto, um dos Patrimônios Culturais da Humanidade, foi mencionado espontaneamente por 18% dos participantes da pesquisa como um excelente lugar para visitar em Minas Gerais. Já o turismo de natureza, apontado por 6% dos entrevistados, concedeu o primeiro lugar ao Estado no ranking nacional, empatado com um tradicional destino ambiental do Brasil: a cidade de Bonito, no Estado do Mato Grosso do Sul.

A analista de turismo da Fecomércio MG, Milena Soares, ressalta que o resultado da pesquisa deve servir de incentivo para que o setor se aperfeiçoe em Minas Gerais. “A pesquisa confirma o que já sabíamos: nossas belezas naturais e históricas reservam um enorme potencial, que merece ser mais explorado para atrairmos novos turistas ao território mineiro e gerarmos mais emprego, renda e desenvolvimento sustentável ao Estado”, declara Milena.

Turismo em Minas

O setor tem sido um importante gerador de riquezas estaduais. Segundo dados do Observatório do Turismo em Minas Gerais, o Estado recebeu 26,5 milhões de turistas em 2017. No ano passado, esse número cresceu 2,5%, alcançando os 27,2 milhões de visitantes.

Segundo Milena, o aumento das visitas é reflexo da boa acolhida dos mineiros, da rica gastronomia e das belezas exuberantes do Estado. Além de Ouro Preto, Minas Gerais também possui três Patrimônios Culturais eleitos pela Unesco: o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas; o Centro Histórico de Diamantina; e o Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte.

Preferência dos paulistas, Minas Gerais também tem conquistado o coração dos turistas estrangeiros. De acordo com dados do Observatório do Turismo, o número de estrangeiros que desembarcou no Aeroporto Internacional de Confins, entre 2017 e 2018, cresceu 44,9%. O valor superior a 81 mil foi o maior da série histórica iniciada em 2014. Os visitantes vieram, principalmente, da Argentina (46.023), Estados Unidos (12.792), Portugal (6.874), Alemanha (2.916) e Itália (1.942).

Com isso, o Estado arrecadou, aproximadamente, R$ 18,2 bilhões, cerca de 12,6% a mais que em 2017 (R$ 16,2 bilhões). Desse valor, 31% foram gastos com hospedagem, 24% com alimentação, 22% com compras, 11% em atrativos turísticos e 6% com transporte. Os dados fazem parte do Anuário Estatístico de 2018, publicado pelo Observatório do Turismo de Minas Gerais.

Postagens Recentes