Fazer ensino técnico ou ir logo para faculdade?

Página Inicial / Fazer ensino técnico ou ir logo para faculdade?

Quem acompanha meu trabalho sabe que sou super fã do ensino técnico. Já entrevistei centenas de profissionais de várias áreas, que começaram sua formação profissional logo após o ensino médio ou, simultaneamente a essa etapa, no ensino integrado. Vejo que, quem faz isso, chega na frente na disputa pelo espaço no mercado de trabalho.

As empresas são as primeiras a reconhecer essa escolha, porque o ensino técnico permite que o aluno coloque a mão na massa antes de dominar a teoria. Aí, quando ele dá de cara com ela – a teoria – assim que chega na faculdade, ele compreende muito melhor, e com mais rapidez, o que o professor ensina. Os próprios colegas da graduação percebem que o diploma de curso técnico é um diferencial. Não é à toa que esses profissionais acabam liderando os grupos de trabalho no ensino universitário ou se tornam campeões em monitoria.

Pesquisas já mostraram uma predileção dos brasileiros pelo ensino universitário, em detrimento do técnico. Conversei com pais, e também com estudantes, que sentem que estão perdendo tempo do seu futuro profissional se, ao sair do ensino médio, forem primeiro para uma formação técnica antes de entrar na faculdade. Mas eu contesto e digo que, não estão.

Além do ensino técnico ser um diferencial no currículo, ajudando a conseguir o primeiro emprego, ele acelera a construção da carreira e evita dúvidas futuras. Sabe por quê? O jovem que faz o curso técnico já testa sua vocação. Se descobrir que entrou na área errada, ele sofrerá menos e fará uma correção de rumos mais rapidamente. E se isso ocorrer com você ou com seu filho, minha dica é: não desista. Faça outro curso técnico antes de ir para a faculdade.

Inácia Soares

Fale Conosco

Para dúvidas sobre contribuições patronais, utilize a Área do Empresário no topo da página. Para outras questões, preencha sua solicitação e retornaremos em breve.