Indústria 4.0

Página Inicial / Indústria 4.0

Eu sei que ainda tem muita empresa trabalhando com equipamentos ultrapassados, mas o assunto do momento é a indústria 4.0 e o seu impacto no consumo. As chamadas “fábricas inteligentes” já são uma realidade em vários cantos do Brasil e do mundo. Elas reúnem o melhor da tecnologia, nesta que é a quarta revolução industrial. Os diferenciais vão da automação à inteligência artificial. Vamos recapitular: a primeira revolução foi aquela que estudamos nas aulas de história, liderada pela Inglaterra. Depois veio a linha de montagem de Henry Ford. A terceira revolução industrial é a da automação.

A fase atual deixaria admirado até o revolucionário Henry Ford. A indústria 4.0 reúne várias tecnologias, que permitem conectar máquina com máquina – dentro da mesma indústria ou fora dela, de modo que os equipamentos se autogerenciem e até prevejam falhas, e agendem a própria manutenção. A computação nas nuvens também é um recurso dessa etapa. Um dos resultados mais incríveis da indústria 4.0 é a capacidade que ela tem de customizar produtos para um consumidor muito exigente, gerando uma flexibilidade nunca vista nas linhas de produção.

A indústria 4.0 tem o que o mercado está chamando de sistema cyber-físico, um misto de concreto e virtual. A internet das coisas, como foi vista no cinema futurista, como aquela casa, na qual a geladeira avisa à padaria que precisa de mais leite, é um dos pilares da indústria 4.0. Assim como a biotecnologia, nanotecnologia, impressão 3D, big data…

Bom, os realistas dizem que estamos longe desse nível de desenvolvimento. Os otimistas dizem que a indústria 4.0 está logo ali, a alguns quarteirões.

E o seu negócio, a que distância está do conceito da indústria 4.0?

* Inácia Soares é jornalista, editora-chefe e apresentadora do jornal Band Minas e colunista de negócios da Rádio BandNews FM (www.inaciasoares.com.br).

Acesse o podcast da Rádio Fecomércio MG e saiba mais sobre a indústria 4.0.

Inácia Soares