Não subestime o impacto emocional que um líder pode provocar

Página Inicial / Não subestime o impacto emocional que um líder pode provocar

Você já parou para pensar no poder do “ARE”, expressão que o ex-vice-presidente do Walt Disney World Resort, Lee Cockerell, explica tão bem em seu livro “Criando Magia”? Apreço, Reconhecimento, Estímulo: as três iniciais dessas palestras formam o ARE, algo que pode impactar a vida de um integrante da sua equipe. Você tem utilizado esses três quesitos para motivar e impulsionar os resultados da sua organização?

“Não é com mágica que se faz um bom trabalho, é com um bom trabalho que se faz mágica”. Com essas palavras de Lee Cockerell é possível entender como um grande líder pode revolucionar um departamento, uma empresa e até um mercado. Uma liderança excelente inspira colaboradores, que encantam clientes, e, por consequência, gera resultados extraordinários.

Um concorrente pode copiar um produto ou um serviço que você faz, mas, se a sua vantagem competitiva for o atendimento encantador, será muito mais difícil alguém copiá-lo. O líder pode ser um grande protagonista nessa tarefa de inspirar, engajar e transformar a vida das pessoas.

Cockerell apresenta no livro algumas estratégias desenvolvidas ao longo de uma vida na Disney. Destaco três a seguir:

(1) Todos são importantes: mostre o papel de cada um para o resultado. Saiba o que cada integrante faz e o impacto que isso tem na ponta, se for feito com entusiasmo e assertividade. O líder deve cumprimentar e chamar pelo nome os componentes do time. E o fato de cada integrante se sentir escutado e ainda premiado por uma grande ideia apresentada e aplicada, é outra prática louvável numa liderança de alta performance.

(2) Faça da sua equipe sua marca registrada: um gesto vale mais do que mil palavras. Lembro-me de uma ocasião, depois de ter completado os primeiros 30 dias de trabalho numa grande empresa de bebidas. Entrei na sala do meu diretor Umberto Martino e relatei que o pagamento não havia sido creditado na minha conta bancária e que precisava pagar algumas contas. Ele me surpreendeu: abriu a carteira, fez um cheque e me disse que poderia devolvê-lo quando recebesse da empresa. Pude perceber não só a sua preocupação com os meus compromissos financeiros, mas, sobretudo, o apreço dele comigo. Nunca me esqueci dessa atitude e suei a camisa até o último dia nessa empresa. Todos na equipe o admiravam e entregavam o seu melhor sob o comando desse grande líder.

(3) Use combustível grátis: estímulo a custo zero. Lee conta que, certa vez, enquanto trabalhava numa grande rede hoteleira, enviou uma carta para um colaborador que atuava na gestão de alimentos e bebidas do hotel. O conteúdo enfatizava a competência e importância dessa pessoa para a organização e ressaltava que, se algum dia ele pensasse em deixar a empresa, que falasse antes com o líder. Depois de um tempo, Lee foi jantar na casa desse funcionário e viu a carta emoldurada na parede. Então, ele percebeu como um gesto simples, de reconhecimento, que não levou nem 5 minutos para ser realizado, fez tanta diferença na vida de uma pessoa.

Outro dia, recebi um vídeo-depoimento de um ex-funcionário, relatando o quanto foi importante o momento em que entreguei-lhe uma placa de vendedor revelação do ano. Isso foi em 2002. Em 2019, ele ainda lembra e guarda com todo esmero. Ele era um vendedor iniciante e espetacular. Hoje, tornou-se um líder empreendedor competente e respeitado no ramo da fotografia.

Para encerrar, Cockerell conta que, certa vez, recebeu uma carta de um cliente Disney que dizia: “Eu estava procurando a magia nos brinquedos. E descobri que sua equipe é a magia”.

* Erik Penna é especialista em vendas e motivação com qualificação internacional, palestrante, consultor e autor dos cursos e livros (www.erikpenna.com.br)

Erik Penna