O bom líder torce pelo sucesso do seu liderado

Página Inicial / O bom líder torce pelo sucesso do seu liderado

Você é gestor e acaba de receber o pedido de demissão de um dos integrantes mais significativos de sua equipe. Pois vamos analisar a situação pelo ponto de vista mais útil, aquele que gera boas consequências e aprendizados. Qual das reações a seguir você teve primeiro? Ficou com raiva, afinal seu grupo está tão alinhado, que uma mudança fora do planejamento vai atrapalhar demais. Ou, quando recebeu essa notícia, você reconheceu o mérito da decisão e ficou curioso para saber o motivo do desligamento? E quando soube que seu liderado foi convidado para participar de um novo e vigoroso projeto, no qual terá aumento de salário e mais prestígio profissional, você – claro – ficou feliz e até facilitou os trâmites para a saída.

Sei que todo gestor está cada dia mais atribulado e se puder evitar trabalho extra, melhor. Mas, a gestão de pessoas também é trabalho desse profissional, não só um assunto para a área de Recursos Humanos. Contratar, treinar e demitir pessoas é parte importante do ofício de todos os gestores. Tão certo quanto a chegada dos Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARFs), mês a mês. Por isso, não deveria ser um cavalo de batalha receber um pedido de demissão.

Penso que um gestor que comemora o crescimento dos seus liderados, transmite uma mensagem muito bonita à própria equipe: a de que quer o bem deles. O ser humano tende a se sentir mais pleno quando sabe que está cercado por cuidado e respeito, o que pode contribuir bastante para a sua produtividade. Além disso, o mundo dá muitas voltas e aquele que sai hoje poderá ter motivos para voltar amanhã. Contudo, o mais importante é desejar o sucesso das pessoas. Isso, só um líder autêntico faz. Gestores despreparados querem congelar o time e moldar os sonhos da equipe à sua planilha de metas, mesmo ao custo de muitas frustrações.

Por isso, encare com mais simplicidade o processo de entradas e saídas de pessoas no seu time. Eu sempre gosto de pensar que, o que não controlo, só me cabe aceitar. E ao aceitar, corro o risco de ser surpreendida por alguém trazendo novas idéias, que podem ser melhores que aquelas que já achava incríveis.

Então, que venha o próximo talento.

* Inácia Soares é jornalista, editora-chefe e apresentadora do jornal Band Minas e colunista de negócios da Rádio BandNews FM (www.inaciasoares.com.br<).

Inácia Soares