A capital mineira tem registrado altos índices de temperatura em outubro. Esse fator contribui para o aumento do número de pessoas que consomem bebidas e produtos que amenizam a sensação de calor. Para saber o impacto das vendas de ventilador, ar condicionado, sorvete e bebida em Belo Horizonte, a área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG realizou um levantamento com 170 empresários de estabelecimentos da capital mineira.

Conforme a análise, 83,5% das empresas apresentaram um aumento nas vendas de sucos e picolés, entre outros produtos que ajudam a amenizar o calor. Nas sorveterias, por exemplo, 66,7% dos entrevistados revelaram um aumento de 20% a 50% nas vendas. Já nos bares e restaurantes, 37% contaram que o crescimento foi de 10% a 20%.

O número de vendas também subiu para 38,1% dos empresários de supermercados (de 10% a 20%). Nas distribuidoras de bebidas, 60% responderam que o aumento foi de 20% a 50% e nas lanchonetes, 39% registraram um aumento de até 10%. As vendas de eletrodomésticos (ar condicionado e ventilador), de acordo com 37,1% dos empresários, aumentaram de 20% a 50%.

Postagens Recentes