A Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte, elaborada pela Fecomércio MG, também mostra que as vendas estão aumentando gradativamente. Segundo 44,7% dos empresários entrevistados no estudo, o faturamento de agosto foi melhor que o de julho.

De acordo com o economista da Fecomércio MG Gabriel Ivo, o segundo semestre tem a tendência de ser mais vantajoso para o comércio varejista. “As datas comemorativas e o 13º salário são fatores que contribuem para a elevação das vendas no período”, explica.

Varejo restrito

O varejo restrito inclui os seguintes setores: combustíveis e lubrificantes; hipermercados e supermercados; alimentos, bebidas e fumo; tecidos, vestuário e calçados; artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, perfumaria e cosméticos; móveis e eletrodomésticos; equipamentos e material para escritório, informática e comunicação; livros, artigos culturais; e outros produtos do comércio varejista.

 

Postagens Recentes