Chegou o momento de falarmos sobre a disposição e a organização das mercadorias na loja durante o período natalino. É importante levar esse assunto a sério porque a disposição de um produto e pequenos detalhes  como a iluminação, por exemplo, podem interferir positiva ou negativamente no volume de vendas de um determinado produto. Vamos às dicas: 

Distribuição proporcional

Antes de expor um produto, você deve analisar qual a importância dele para o faturamento da loja. Isso significa que se uma única mercadoria representa 30% das vendas, o espaço reservado para ela no ambiente também deve ser, no mínimo, de 30%. Produtos que geram grandes lucros também merecem lugares de destaque.

Iluminação

A iluminação e os tipos de lâmpadas podem dar ou não destaque aos produtos. Lâmpadas refletoras e dicróicas não são recomendadas para ambientes com grande fluxo de pessoas, pois são quentes e causam desconforto. Se usadas na vitrine, precisarão de cuidados especiais como distância mínima de 1m entre uma e outra e distância dos produtos para que não os danifiquem. As lâmpadas halógenas (incandescentes) reproduzem fielmente a luz do dia e, por isso, respeitam as cores originais dos objetos. Além disso, duram mais tempo e são mais econômicas. As lâmpadas fluorescentes (frias) são econômicas e podem solucionar problemas de reflexão das vitrines, por exemplo.

Quanto à iluminação, ela pode ser do tipo luz dirigida – quando a luz é direcionada para um ponto específico, dando aspecto de exclusividade e destaque – ou luz difusa, quando a luz é mais abrangente e menos ofuscante. Nesse caso, as sombras ficam menos marcadas e mais suaves, por isso essa técnica é utilizada em materiais que possuem cores nítidas e boa reflexão.

Para lojas de rua, o recomendável é que a iluminação interna seja maior que a externa, assim o vidro na vitrine não se tornará um “espelho” e possibilitará a melhor visualização das mercadorias. Para evitar o “efeito espelho”, evite também expor muitos objetos pretos nas vitrines de rua. Utilize essa cor em apenas alguns detalhes da decoração.

Utilização das cores

As datas costumam ditar as cores da decoração, mas é importante não perder o foco. Elas devem expressar a identidade visual da sua empresa. É bem possível fazer uma decoração temática sem perder o foco na imagem institucional, inclusive nas cores. Atente para isso.

Fachada, vitrine, som e cheiro

Fachada: um dos mais importantes elementos da comunicação é a fachada da loja. Ela deve causar impacto e reforçar o conceito e o posicionamento da empresa.

Vitrine: as vitrines devem induzir os clientes a entrarem, de maneira rápida, quase instantânea. O ideal é que ela seja renovada semanalmente. Não se esqueça de sempre deixá-la com elementos que vão de encontro ao momento: Natal, estações do ano, liquidações etc.

Som ambiente: é bom ter um som ambiente na loja, mas é essencial que esse som dialogue com gosto do público. Não deixe que os funcionários escolham a playlist aleatoriamente. Cuide de todos os detalhes para fazer com que seu cliente se sinta à vontade enquanto realiza as compras.

Cheiros: valorize cheiros suaves e agradáveis e permaneça na lembrança do seu cliente, sempre que ele sentir, novamente, o mesmo cheiro.

 

Postagens Recentes