A taxa de desemprego média do Brasil caiu de 7,1% para 6,8% do primeiro para o segundo trimestre deste ano, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua. De acordo com o economista da Fecomércio MG Juan Moreno, a queda ocorreu em função de um movimento sazonal. “As contratações dos temporários para as datas comemorativas geralmente se encerram em janeiro e fevereiro, aumentando o desemprego. Já no segundo semestre, o processo de contratações é retomado”.

A taxa de desemprego caiu em cinco regiões do país no segundo trimestre deste ano, ante o primeiro, segundo o IBGE. As maiores quedas ocorreram no Norte (de 7,7% para 7,2%) e no Nordeste (de 9,3% para 8,8%), seguidas pelo Sul (4,3% para 4,1%), Centro-Oeste (de 5,8% para 5,6%) e Sudeste (de 7% para 6,9%).

Postagens Recentes