A inflação oficial do país ficou em 0,42% em outubro e desacelerou no mês de setembro, quando estava em 0,57%, de acordo com o IBGE. A taxa foi a menor para outubro desde 2009 (0,28%).

O economista da Fecomércio MG Juan Moreno ressalta que, apesar da desaceleração de outubro, a inflação ainda continua alta para os brasileiros, acima do teto da meta de 6,5% no acumulado de 12 meses (6,59%).

Já em março, a inflação oficial atingiu o maior patamar no ano, de 0,92% e teve trajetória de queda até julho, quando o índice foi de 0,1% e voltou a subir em agosto (0,25%) e setembro (0,57%).

Postagens Recentes