O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro teve expansão de 0,1% no terceiro trimestre, em relação ao segundo trimestre de 2014, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o país sai da chamada recessão técnica, quando há dois trimestres consecutivos de queda da atividade econômica. No segundo trimestre deste ano, o PIB teve contração de 0,6%. Já no primeiro houve queda de 0,2%.

O crescimento de 0,1% na comparação com o segundo trimestre pode ser considerado uma estabilidade. “Esse dado confirma o cenário de estagnação econômica, que não deve ser muito diferente no quarto trimestre. Com isso, a atenção passa a ser sobre 2015 em que se espera medidas econômicas para reverter essa situação”, comenta o economista da Fecomércio MG Caio Gonçalves.

Postagens Recentes