O terceiro dia do evento foi marcado pelo painel de discussão com Tony Bartel, presidente da  Game Stop;  Alison Paul, vice-presidente e líder de varejo e distribuição da Deloitte e Mike Rodgers, diretor executivo da JCPenney. Eles falaram sobre o novo leque de oportunidades que o mercado digital tem proporcionado às empresas, destacando também o comportamento do consumidor e as principais estratégias adotadas para se alcançar o sucesso nesse meio.

Os palestrantes discutiram sobre a necessidade de fazer com que a tática saia do papel e seja aplicada no dia a dia. SegundoTony Bartel, o consumidor evolui a cada dia. O varejista que não acompanhar essa evolução terá problemas. Frisaram, também, a importância de proporcionar ao cliente uma primeira experiência sem nenhum tipo de problema/entrave que atrapalhe a interação digital. Falaram, ainda, sobre a necessidade de manter a uniformidade e linearidade dessa experiência online. O ambiente virtual não difere muito do ambiente físico: precisa ser agradável, oferecer boa interação, ter um conceito definido e um fluxo dinâmico.

A funcionalidade da plataforma é outro elemento importante. Quanto tempo o seu cliente leva para encontrar uma informação no seu site? A navegação é fluída, eficiente, fácil e consistente? E o preço, está muito abaixo do que se pode vender? Eles lembraram que é importante não vender a qualquer custo. Ao contrário, é necessário uma análise aplicada ao ambiente, e a todos os custos que ele gera, para que o seu negócio na web não se tranforme em prejuízo.

Sobre as redes sociais o conselho foi: não as subestime. É importante saber onde o seu público está (em qual delas) e firmar sua presença ali, para proporcionar mais um canal de interação, monitoramento e obtenção de feedbacks.

Outro ponto: muitas vezes as empresas focalizam os esforços na venda dos produtos, e se esquecem dos meios que levam a essas vendas. Por isso, mais que se preocupar com a eficiência do sistema de pagamento do seu site, é necessário entender o processo que faz com que o cliente chegue até ali, ou o que faz com que ele se desvie do carrinho de compras. Compreender o cliente ajuda a criar métodos para convencê-lo de que o seu produto merece ser comprado. E essa é apenas uma parte do processo para a consolidação da venda e fidelização do público. Há um longo caminho pela frente, mas é certamente um caminho que traz resultados valiosos, do tamanho da nossa dedicação.

Postagens Recentes