O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro teve crescimento de 0,1% no ano de 2014 em relação a 2013, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (27), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “Esses números confirmam a estagnação econômica do país já esperada para 2014 e também a desaceleração dos serviços como impulsionador do crescimento no país”, afirma Caio Gonçalves, economista da Fecomércio MG. Entre as atividades econômicas, a agropecuária teve expansão de 0,4% e a indústria apresentou queda (-1,2%). Nos serviços, o crescimento de 0,7% foi puxado pelos segmentos de informação (4,6%), atividades imobiliárias (3,3%) e transporte, armazenagem e correio (2,0%). No entanto, o comércio, principal componente dos serviços, registrou queda de 1,8%.

A despesa de consumo das famílias desacelerou 0,9% em relação ao ano anterior, quando havia crescido 2,9%. “Os indicadores retratam a perda de confiança agravada no segundo semestre de 2014 e também ilustram os resultados das políticas econômicas adotadas, tanto que para a retomada da busca pelo crescimento em 2015, as políticas são outras”, afirma Caio.

A publicação completa pode ser acessada por meio deste link.

Postagens Recentes