O Índice de confiança do consumidor (ICC) da Fundação Getúlio Vargas registrou queda de 4,9% em fevereiro, em relação ao mês anterior, passando de 89,8 para 85,4 pontos. Dessa forma, o ICC registra a segunda queda consecutiva, com 9,3 pontos a menos do que o mínimo registrado na crise internacional de 2008-2009, de 94,7 pontos.

De acordo com o economista da Fecomércio MG Caio Gonçalves, a continuidade da queda do indicador sinaliza que a confiança do consumidor continua baixa, principalmente porque há uma percepção maior da real situação do país. “O consumo continuará retraído com o crédito mais caro, preços altos e também com risco de desemprego”.

Postagens Recentes