Como fidelizar e conquistar os consumidores neste concorrido mercado de economia global? O tema foi debatido nessa quarta-feira (11), na palestra “Cinco passos para excelência em vendas e estratégias”. O evento foi promovido pela Fecomércio MG e pela NetBranding, e realizado no auditório do Sesc, em Belo Horizonte.

Para o especialista em branding e editor da revista Venda Mais, Fábio Fiorini, a chave está na percepção do cliente sobre a marca. “Você pode ter a convicção de que o seu produto é superior ao do seu concorrente. Mas, uma vez que o cliente constrói a percepção dele sobre sua marca, sabe o que quer. Produtos e serviços podem ser copiados e até mesmo melhorados pela concorrência, mas a percepção do público, não”, afirma o especialista.

O desafio é garantir um diferencial em relação à concorrência para os produtos e serviços, construindo uma percepção positiva e marcante sobre a marca. Ela pode estar na excelência do produto, na facilidade de compra, ou no preço.

O que jamais pode acontecer é que tal percepção positiva fique apenas no discurso. “Se você promete ao cliente um diferencial, mas a expectativa é quebrada, ele terá imediatamente uma opinião negativa. Para a estratégia funcionar na prática, é preciso alinhar a propaganda com a filosofia, a equipe, a prática e todo o processo”, explica Fábio.

Manutenção da imagem

Uma vez construída a identidade e a percepção que a empresa quer que os clientes tenham, um espaço no mercado é conquistado. Em casos de sucesso, marcas se tornam referência do segmento, sendo imediatamente lembradas na hora da compra. Porém, não se pode considerar que esse  processo tem um término previsto; é preciso constantemente perceber as oscilações, identificando pontos fracos e corrigindo-os. “Criar e acompanhar indicadores, por exemplo, pode diagnosticar com antecedência algum problema no procedimento e resolvê-lo antes que uma imagem negativa tome forma”, destaca o especialista.

Além disso, recrutar e capacitar a equipe de trabalho constantemente é uma forma de manter o alinhamento dos diferenciais da empresa. “O funcionário é um investimento que, se bem estimulado, dará seu retorno. Vale a pena investir em treinamentos e motivar a equipe”, conclui.

Postagens Recentes