Depois de um primeiro semestre com vendas abaixo da expectativa, o empresariado de Belo Horizonte está otimista com o faturamento de agosto e os resultados deste segundo semestre. Segundo a Análise Mensal do Comércio Varejista de BH, desenvolvida pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG, para 63,9% dos entrevistados o faturamento deste mês será melhor do que o de julho. Além disso, 80% esperam melhorar a situação financeira da empresa nos próximos meses, motivados, principalmente, pelas datas comemorativas: Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal. Esse otimismo é refletido diretamente na expectativa sobre a manutenção de empregos, que ficou em 87,5%, 7,7 pontos percentuais (p.p.) a mais do que as contratações realizadas no mês de julho.

Conforme a pesquisa, o faturamento de julho foi pior para 49,7% dos empresários, com uma redução média de 22,1%. Mas o dado foi melhor para 31,8%, um crescimento de 2 p.p. em relação a junho. Mesmo com o resultado positivo, o índice está 21,5 p.p. abaixo do que se esperava faturar.

Para alavancar as vendas, os gestores têm apostado em promoções e liquidações. Em julho, 82,1% dos entrevistados investiram em ações promocionais para atrair a atenção do consumidor. Com isso, 50,2% do empresariado conseguiu aumentar ou manter o volume de vendas do mês anterior.

Segundo o levantamento da Fecomércio MG, a temporada de promoções continuará em agosto e mais de 80% dos donos de empresas pretendem praticá-la neste mês. A expectativa é de que os segmentos de vestuário, calçados e eletroeletrônicos tenham os melhores resultados. “As promoções beneficiam toda a cadeia do comércio. Os empresários têm a oportunidade de girar o estoque e fortalecer o caixa da empresa para investir em um novo mix de produtos. Já os consumidores têm a oportunidade de aliar preço e qualidade, otimizando o seu poder de compra”, afirma o economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, destacando que essa estratégia contribuiu para que 60,4% do empresariado conseguisse manter o estoque no ponto ideal.

Postagens Recentes