Nas ruas, em sala de aula, no ambiente de trabalho e na internet. Em outubro, o rosa invadiu espaços físicos e virtuais pelo Brasil e pelo mundo para sensibilização sobre o câncer de mama. Funcionários e alunos do Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos aderiram à causa. No dia 28 de outubro, eles literalmente vestiram-se com a cor da campanha, que se desdobrou em divulgações nos sites das entidades, no Facebook e em veículos de comunicação interna. O hall de entrada do prédio da Fecomércio ganhou iluminação rosada e banner.

Salva-vidas
Preservar vidas utilizando a informação como ferramenta. Esse foi o papel desenvolvido voluntariamente por alunos e instrutores do Senac. Confira:

– Sete Lagoas: Cerca de 5 mil pessoas se reuniram no Parque Náutico da Boa Vista para receber orientação gratuita das equipes do Senac e do Sesc, em conjunto com o Sindicato do Comércio, a prefeitura e o Centro Viva a Vida. Houve, ainda, muita diversão com shows, futebol e aulão de zumba.

–  Governador Valadares: Estudantes do curso Técnico em Segurança do Trabalho produziram vídeos, cartazes, depoimentos e protótipos de limão, que ilustraram a mama doente.

– Conselheiro Lafaiete: Jovens aprendizes promoveram palestra e teatro sobre a importância do exame de mamografia e do toque.

– Barbacena: As bibliotecas das unidades I e II foram o local escolhido para o bate-papo das colaboradoras da instituição com o orientador Gustavo Villas, que esclareceu dúvidas.

O Sesc superou a expectativa de ações realizadas para a campanha: de 56.858 para 80.757 mil atendimentos. Pelo quarto ano consecutivo, a instituição promove uma intensa programação, que inclui palestras, apresentações teatrais, exposições, blitz, orientações, caminhadas, Circuito Sesc de Corridas – etapa BH e rodas de conversa.

Fica a dica
“A prevenção ao câncer de mama perpassa por iniciativas simples: o autoconhecimento do corpo e visitas regulares ao ginecologista para exames de prevenção. Dores, desconfortos, colorações, aspectos diferentes na mama e corrimentos genitais são o primeiro passo para a detecção e o tratamento precoce. Isso facilita a cura e a redução de sequelas”, alerta o orientador de curso do Senac, Gustavo Villas.

Postagens Recentes