O Índice de Competitividade do Turismo Nacional, que avalia a capacidade crescente de gerar negócios nas atividades econômicas relacionadas ao setor de turismo (de forma sustentável) e de ofertar experiências positivas aos turistas, apontou resultados positivos para Minas Gerais em 2015.

No Estado, quatro cidades foram avaliadas: Belo Horizonte, Diamantina, Ouro Preto e Tiradentes. Todas aparecem entre as dez primeiras no ranking das avaliações por dimensão, apresentando índices maiores que 70% de competitividade em todos os quesitos. No índice geral entre 65 destinos, a capital mineira foi considerada a 5ª mais competitiva do país, com 79,5 pontos (a pontuação vai de zero a cem).

A pesquisa é realizada anualmente desde 2008 pelo Ministério do Turismo (Mtur), Sebrae Nacional e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). São avaliadas 13 dimensões da atividade turística, como economia local, atrativos turísticos, acesso, serviços e equipamentos turísticos, capacidade empresarial, entre outros.

O objetivo é possibilitar que gestores de turismo, empresários, profissionais liberais do setor, acadêmicos e público em geral tenham uma mensuração da evolução ou estabilidade dos indicadores de competitividade de destinos turísticos de relevância nacional, bem como das realidades e dos desafios do setor para incrementar a competitividade.

Postagens Recentes