A edição mineira da Conferência E-commerce Brasil, evento criado para fomentar o conhecimento sobre o comércio eletrônico no país, teve saldo positivo. A Fecomércio MG foi uma das entidades convidadas a integrar a programação do encontro, que reuniu, nos dias 26 e 27 de janeiro, em Belo Horizonte, empreendedores e empresas atuantes no setor.

O economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, abriu as atividades do segundo dia com a palestra “O e-commerce no contexto da crise: potencialidades do mercado virtual”. O especialista traçou um panorama da situação econômica do país e apresentou uma pesquisa sobre o comércio eletrônico, realizada pela área de Estudos Econômicos da Federação, que ouviu 397 consumidores em Belo Horizonte. “O estudo apontou que o mineiro mantém um perfil cauteloso nas compras on-line. Mais de 77% dos entrevistados verificam a opinião de compradores efetivos sobre os produtos que desejam adquirir”, analisa Almeida, destacando que há um grande potencial para o desenvolvimento do setor no Estado.

Outra tendência observada pelo economista é a influência das redes sociais no comportamento de compra do consumidor, uma vez que 57,4% dos clientes afirmam ter optado pela aquisição de um produto a partir das interações realizadas nesses canais. “As mídias sociais podem ser aliadas das empresas devido à pulverização de informações e perfis dos usuários. Mas, para alcançar o sucesso, o empresário precisa estar preparado para gerir a sua reputação nesses meios”, avalia.

Postagens Recentes