Diante da adoção de medidas de isolamento social para o combate ao novo coronavírus (Covid-19), a Secretaria Especial da Receita Federal anunciou, nesta quarta-feira (01/04), a prorrogação do prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). A medida estenderá a data limite por mais 60 dias, indo de 30 de abril para 30 de junho. A expectativa, segundo o órgão, é que 32 milhões de contribuintes entreguem a declaração neste ano.

De acordo com o secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, a medida foi adotada em virtude das dificuldades dos contribuintes para reunir os documentos necessários. “O ritmo de entrega continua bom. Até terça-feira (31/03), já tínhamos recebido 8,8 milhões de declarações, o que representa 27% do esperado para este ano. Porém, optamos pela prorrogação por demanda de contribuintes confinados em casa”, ressalta.

O órgão também avalia se será mantido o cronograma para restituição. Em 2020, a Receita Federal havia reduzido, de sete para cinco, o número de lotes de restituição e antecipado o primeiro para o dia 30 de maio. Assim como nos demais anos, os contribuintes que entregarem a declaração com antecedência devem ser restituídos já nos primeiros lotes.

Postagens Recentes