Os efeitos negativos provocados pela pandemia do novo coronavírus vão além do previsto por muitos setores da cadeia produtiva, como o comércio de bens, serviços e turismo. Este último é um dos mais atingidos pelo surto de Covid-19. Não por acaso, a atividade turística no país já perdeu R$ 62,56 bilhões, conforme dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), apurados entre 15 de março e 10 de maio.

Em Minas Gerais, após o início da pandemia, o faturamento mensal do setor turístico registrou uma queda de 30,09% apenas no mês de março. É o que revela o Índice Cielo de Vendas do Turismo da CNC (ICV-Tur-CNC). Diante desse cenário de incertezas, a Fecomércio MG criou um canal de atendimento exclusivo por WhatsApp, com informações, orientações e assessorias personalizadas para os empresários, de forma a contribuir para o fortalecimento das atividades turísticas.

O coordenador comercial da Federação, Danilo Manna, destaca que o projeto visa oferecer apoio, informações qualificadas e orientações às empresas de turismo, de forma a prepará-las até a retomada das atividades no Estado. “A Fecomércio MG está sempre em busca de iniciativas que contribuam para valorizar e fortalecer empresários e sindicatos. Não à toa, estamos oferecendo uma série de serviços e assessorias personalizadas a fim de potencializar os negócios durante a pandemia.”

A iniciativa também deve aperfeiçoar e personalizar ainda mais os serviços prestados pela entidade, principalmente, durante a pandemia. “Estamos adotando várias soluções capazes de contribuir para o restabelecimento dos negócios turísticos em todo o Estado. A criação deste canal de atendimento chega como mais uma ferramenta de trabalho para os empresários do setor”, acredita a analista de turismo da Federação, Milena Soares.

A especialista ressalta ainda que, diante dos desafios impostos neste momento, especialmente para os empreendedores e empresários de pequenas e médias empresas, é importante buscar alternativas que contribuam para a transição entre o antes e o depois do novo coronavírus. “Precisamos nos adequar para as novas relações de consumo que serão adotadas pelos consumidores. Por isso, é preciso se reinventar para conseguir satisfazer as demandas do mercado e retomar com segurança as atividades de todos os negócios turísticos”, observa Milena.

Para acessar o canal por WhatsApp, adicione o número (31) 98291-2890 aos seus contatos e envie uma mensagem a esse telefone pedindo sua inscrição no grupo.

Postagens Recentes