O ambiente de produção do sistema BHISS Digital, implantado pela Receita Municipal de Belo Horizonte, ficará indisponível das 19h do dia 9 de junho até às 24h do dia 14 de junho. Nesse período, segundo a Secretaria Municipal da Fazenda, será feita a atualização da versão do banco de dados do sistema e outras intervenções tecnológicas preventivas, que contribuam para a melhoria, segurança e expansão da capacidade de atendimento.

Em funcionamento desde 2009, o ambiente BHISS Digital foi pioneiro na gestão digital dos processos de controle e fiscalização da administração tributária municipal. Por conter mais de 18 terabytes (TB) de dados e inúmeras aplicações integradas, a é necessária a parada completa no ambiente, de modo a garantir a total preservação da integridade das informações e dados armazenados.

Durante o período, ficarão suspensos todos os serviços de Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) – a exemplo de serviços de geração (on-line, Web Service síncrono e assíncrono), substituição e cancelamento – bem como os sistemas de emissão de guias, atendimento eletrônico, geração e validação de procurações eletrônicas, cadastramento, entre outros.

Durante a suspensão do sistema, a Secretaria Municipal da Fazenda orienta que:
1. As empresas credenciadas que não puderem antecipar ou adiar o processo de geração das NFS-e deverão trabalhar no sistema de contingência – emissão de documentos fiscais no formato convencional (em papel);
2. Os pedidos de atendimento eletrônico para o cadastramento no BHISS Digital, validação de procurações eletrônicas, e demais solicitações serão suspensos e retornarão a ser executados a partir do dia 15 de junho;
3. A emissão de guias para recolhimento do ISSQN estará disponível para os contribuintes a partir da 0h do dia 15.

Em caso de dúvida, entre em contato pelo “Fale Conosco” no portal BHISS Digital.

Postagens Recentes