Construir o futuro de forma conjunta, fortalecendo e resgatando o protagonismo de Minas Gerais por meio da articulação entre diversos setores da economia. Esse é o objetivo do Prêmio José Costa 2020, realizado pelo Diário do Comércio, em parceria com a Fundação Dom Cabral. Com o mote “o ‘novo normal’ é não deixar ninguém para trás”, a iniciativa visa reconhecer empresas e instituições que se empenharam na construção de um novo ambiente de negócios no Estado. A Fecomércio MG e o Sesc em Minas foram indicados nesta sétima edição do prêmio.

A Federação concorre na categoria “Produção responsável e competitividade”, disputando com o projeto #NãoDemita, o Sistema Unimed e a Cooperativa Sicoob Aracoop. De acordo com os organizadores, a entidade foi indicada por “oferecer assessorias, capacitações e serviços aos sindicatos e empresários mineiros com o objetivo de minimizar os impactos financeiros causados pelo novo coronavírus no Brasil. As ações são gratuitas e feitas por meio do projeto ‘Fecomércio em Conexão’, com a contribuição de empresas parceiras e setores da Federação.”

O texto de indicação ao Prêmio José Costa 2020 ainda ressalta o papel orientativo da Fecomércio MG ao longo de todo esse período de pandemia. “A entidade ainda se propôs discutir temas relevantes acerca das consequências das medidas de restrição e circulação de pessoas recomendadas pelas autoridades sanitárias, como forma de conter o avanço da pandemia no país”, ressaltou a publicação.

A presidente interina da Fecomércio MG, Maria Luiza Maia Oliveira, ficou lisonjeada com a indicação. “A escolha da Federação – e do Sesc em Minas – mostra a relevância do Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac no enfrentamento dos problemas que competem ao setor terciário. Neste período de pandemia, nós nos aproximamos ainda mais do empresário e dos sindicatos por meio de ações como o projeto ‘Fecomércio em Conexão’, a produção de materiais orientativos, a contribuição para a atualização do programa ‘Minas Consciente’, a cobrança de soluções tributárias para o período e a realização de pesquisas sobre o setor”, elenca.

Proteção contra o coronavírus

Na categoria “Qualidade de vida”, o Sesc em Minas concorre ao prêmio com outros dez indicados: AngloGold Ashanti, Karla Giacomin, Samuel Flam, Unimed-BH, CDM, Providens, Meninas de Sinhá, Associação Paulo de Tarso, Gerônimo Pires (in memoriam), Milton Nascimento. A instituição foi selecionada por causa do trabalho para desacelerar a pandemia em Minas, que envolveu ações como a produção de 12.690 máscaras, distribuídas gratuitamente entre instituições parceiras e sindicatos da Fecomércio MG.

Segundo os organizadores, o Sesc em Minas ainda se destacou por formalizar, em Belo Horizonte, “uma parceria com a prefeitura para receber, na unidade Venda Nova, moradores em situação de rua com sintomas ou infectados pelo coronavírus. Foram disponibilizados 260 chalés”. A instituição também promoveu parcerias com artistas de todo o país para arrecadar doações durante lives promovidas pelo programa “Mesa Brasil Sesc”, voltado à segurança alimentar e nutricional.

Prêmio José Costa 2020

Pela primeira vez na história, o Prêmio José Costa será realizado por transmissão on-line, entre os dias 28 e 29 de outubro. Lançado em 2007, a iniciativa reconhece empresas, instituições, ONGs, projetos, celebridades e formadores de opinião engajados na tarefa de discutir, propor e estimular o ambiente de negócios, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico do Estado.

Ao valorizar iniciativas inovadoras, o prêmio ainda contribui para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), um pacto global para criar um futuro mais inclusivo e socialmente responsável. A premiação também contribui para disseminar conhecimento, ao propor discussões em painéis sobre novas crenças e valores, a nova economia e liderança para transformação digital.

Para conferir a programação completa, ler a lista de indicados por categorias e se inscrever nos painéis, acesse o site do Prêmio José Costa 2020.

Postagens Recentes