Oito das 14 macrorregiões de saúde do estado estão na onda vermelha do “Minas Consciente”, programa estadual de retomada da economia. Com a decisão do Comitê Extraordinário Covid-19, publicada pela Deliberação nº 113/2020, além dessas regiões, outras cinco estão na onda amarela e duas na onda verde. As medidas, divulgadas nessa quarta-feira (23/12), entrarão em vigor no sábado (26/12) e serão válidas para os municípios que aderiram ao plano.

Segundo o comitê, a incidência de Covid-19 no estado cresceu 17% na última semana. Por isso, a população deve redobrar os cuidados de prevenção à doença durante as celebrações de Natal e Ano-Novo. Diante desse preocupante quadro, a macrorregião Sul, com mais de 100 municípios, sai da onda amarela e regride para a onda vermelha, enquanto o Triângulo-Norte recua da onda verde, de menor restrição econômica, para a onda amarela.

Na onda verde, de menor restrição econômica, é liberado o funcionamento de serviços não essenciais de maior risco de contágio. Entre as atividades autorizadas nessa fase estão: parques e outros ambientes zoobotânicos; atividades artísticas, culturais e de pesquisa; eventos como feiras, congressos, exposições, filmagens de festas e bufê; discotecas, boliches e sinuca; bares com entretenimento (espetáculos); e serviços de tatuagem e piercing.

Já na onda amarela é autorizada a abertura de serviços não essenciais de média restrição econômica. São eles: bares (consumo no local); autoescolas; atividades de estética; comércio de eletrodomésticos e eletrônicos; papelarias, lojas de livros, discos e revistas; lojas de roupas e artigos em geral; comércio de cama, mesa e banho; lojas de móveis; imobiliárias; lojas de departamento; academias (com restrições); agências de viagem e clubes.

A onda vermelha, por sua vez, é limitada ao funcionamento de serviços essenciais, como farmácias, padarias e supermercados.

Até a última segunda-feira (21/12), 658 municípios haviam aderido ao “Minas Consciente”, impactando 13,4 milhões de pessoas no estado. Ao todo, Minas Gerais já registrou 510.219 casos confirmados da doença, sendo 11.355 óbitos. Confira abaixo a tabela completa, com a classificação de ondas por região:

Descrição das ondas

Onda vermelha: serviços essenciais (maior restrição de atividade socioeconômica)

Onda amarela: serviços não essenciais (média restrição de atividade socioeconômica)

Onda verde: serviços não essenciais (menor restrição de atividade socioeconômica)

Macrorregião

Reclassificação da fase de abertura
Classificação anteriorReclassificação (de 26/12/2020 a 02/01/2021)

Expectativa de progressão ou regressão de fase

CentroOnda amarelaOnda amarela
Centro-SulOnda vermelhaOnda vermelha
JequitinhonhaOnda vermelhaOnda vermelha
LesteOnda vermelhaOnda vermelha
Leste-SulOnda vermelhaOnda vermelha
NordesteOnda vermelhaOnda vermelha
NoroesteOnda amarelaOnda amarela
NorteOnda amarelaOnda amarela
OesteOnda amarelaOnda amarela
SudesteOnda vermelhaOnda vermelha
SulOnda amarelaOnda vermelha (regressão de fase)
Triângulo-NorteOnda verdeOnda amarela (regressão de fase)
Triângulo-SulOnda verdeOnda verde
Vale do AçoOnda vermelhaOnda vermelha
Postagens Recentes