Diversos representados pediram o auxílio da Federação para solucionar os problemas que estão enfrentando; principalmente para o de NFC-e

A Fecomércio MG está recebendo inúmeros pedidos de auxílio de seus representados para solucionar problemas que estão enfrentando para emitir documentos fiscais pela Secretaria de Estado de Fazenda do Estado de Minas Gerais (SEF/MG). Especialmente da nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e).

Diante disso, a Federação, sempre atenta às questões que impactam seus representados, enviou um ofício ao Secretário Adjunto da Secretaria de Estado de Fazenda do Estado de Minas Gerais, Luiz Cláudio Fernandes Lourenço Gomes. O documento pede melhorias ao sistema de emissão e coloca o Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais à disposição para auxiliar no que for necessário.

A instabilidade vem acontecendo frequentemente. O sistema fica inoperante, fazendo com os que os usuários utilizem um sistema de contingência. Dessa forma, além de dificultar os trabalhos diários, acaba causando outros problemas, quando, por exemplo, precisam encaminhar outras obrigações acessórias, como o Speed e o Sintegra.

NFC-e com instabilidade

A SEF/MG informou, por meio de um aviso no portal, que ambiente de autorização de NFC-e está apresentando instabilidade. E que o problema também está ocorrendo na funcionalidade de consulta de NFC-e. Destacando que estão trabalhando para solucionar o problema o mais rápido possível.

Diante do problema, a SEF/MG ressalta que o contribuinte pode utilizar a “contingência off-line” que consiste na emissão da NFC-e, sem a prévia autorização do Fisco.

 

Postagens Recentes