Prestes a completar sua terceira edição, a Semana Brasil deve aquecer as vendas do comércio de bens, serviços e turismo do país entre os dias 3 e 13 de setembro. A ação visa movimentar a economia e gerar oportunidades para quem produz e quem consome. Durante a campanha, os empresários podem oferecer descontos especiais e realizar promoções para os clientes, incentivando a retomada da economia em meio à pandemia de Covid-19.

A iniciativa é promovida pelo governo federal, por meio da Secretaria Especial de Comunicação Social, em parceria com empresas varejistas de todo o Brasil. O Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) e a Associação Comercial de São Paulo (ACSP) coordenam esta ação, apoiada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, a Semana Brasil permite “que todos ganhem: o empresário pelo estímulo às vendas e o consumidor pelas promoções e descontos oferecidos”. Apoiadora da campanha, a Fecomércio MG orienta seus sindicatos a aderir à iniciativa pelo site www.gov.br/semanabrasil e a incentivar seus representados a baixar as peças publicitárias da campanha no portal www.participesemanabrasil.com.br.

Em 2020, a iniciativa movimentou R$ 2,33 bilhões em vendas no país. Atenta aos números, a presidente interina da Fecomércio MG, Maria Luiza Maia Oliveira, destaca o potencial da campanha. “A Semana Brasil pode contribuir para a retomada de milhares de empresas em todo país. Por isso, convidamos nossos representados a participar desta campanha, que pode alavancar as vendas no mês de setembro, colaborando para os resultados do segundo semestre.”

Postagens Recentes