Com deflação no atacado IGP-M recua 0,74%

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) passou de deflação de 0,13 em maio para queda de 0,74 em junho, acumulando alta de 2,45% no ano e 6,25% em 12 meses.

O resultado de junho foi influenciado principalmente pela perda de fôlego dos componentes agrícolas. Enquanto isso no atacado houve uma desaceleração mais forte, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) passou de queda de 0,65% em maio para retração de 1,44% no mês de junho.

As cotações de commodities para o Brasil apresentaram retração ao longo do mês de junho, isso fez com que os preços agropecuários acelerassem a deflação observada em maio. Os preços mais favoráveis no atacado devem refletir positivamente sobre os preços dos alimentos no varejo, porém alguns fatores ainda pressionam a inflação ao consumidor, como a recomposição dos preços administrados, a resistência de serviços e altas de preços de alguns itens devido a Copa do Mundo.