Minas Consciente mantém 12 das 14 macrorregiões na onda vermelha

A manutenção dos indicadores do novo coronavírus no estado motivou o Comitê Extraordinário Covid-19 a deliberar pela manutenção da onda vermelha em 12 das 14 macrorregiões de saúde mineiras. Entre as regiões classificadas nesta fase, cinco foram enquadradas na classificação pelos cenários epidemiológico e assistencial desfavoráveis. As medidas serão válidas a partir de sábado (26/06).

Publicada ontem (24/06), a Deliberação nº 163/2021 manteve as macrorregiões Centro-Sul, Leste-Sul, Nordeste, Oeste e Sul em critérios de cenários assistencial e epidemiológico, situação em que o comitê recomenda a adoção de medidas mais restritivas dentro da onda vermelha do programa. Nestes casos, as regiões passam por análise minuciosa de incidência e espera por atendimento.

Nessas regiões, prevalecem algumas restrições, entre as quais: (1) está proibida a realização de eventos e a abertura de atrativos culturais e naturais, clubes e salões de beleza; (2) fica limitada a alimentação em bares e restaurantes até às 19h, com venda por delivery após este horário, sem retirada em balcão.

O Comitê Extraordinário Covid-19 também decidiu pelo retorno das cirurgias eletivas no estado, seguindo critérios específicos para cada onda. Além disso, deliberou pela progressão da microrregião de Coronel Fabriciano para a onda verde e das microrregiões de Curvelo e Patrocínio/Monte Carmelo para a fase amarela, classificação intermediária do programa Minas Consciente.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), as medidas se justificam devido à queda de 3% na taxa de incidência da doença nos últimos 14 dias e de 14% nos últimos sete dias. De acordo com o comitê, também houve uma redução de 13% nas solicitações para internação nas últimas quatro semanas. Até essa quinta-feira (24/06), o estado registrava 1,77 milhão de casos da doença, 45.245 mortes e uma média de 7.432 casos nos últimos sete dias.

Confira abaixo a tabela completa, com a classificação das ondas por região:

Descrição das ondas

Onda roxa: serviços essenciais, toque de recolher e outras restrições

Onda vermelha: serviços essenciais e maior restrição da atividade econômica

Onda amarela: serviços não essenciais e média restrição da atividade econômica

Onda verde: serviços não essenciais e menor restrição da atividade econômica

Macrorregião Reclassificação da fase de abertura
Classificação anterior (de 18/06/2021 a 25/06/2021)

Reclassificação (de 26/06/2021 a 02/07/2021)

Centro Onda vermelha Onda vermelha
Centro-Sul Onda vermelha Onda vermelha (situação agravada em razão de cenário epidemiológico e assistencial desfavorável)
Jequitinhonha Onda vermelha Onda vermelha
Leste Onda vermelha Onda vermelha
Leste-Sul Onda vermelha Onda vermelha (situação agravada em razão de cenário epidemiológico e assistencial desfavorável)
Nordeste Onda vermelha Onda vermelha (situação agravada em razão de cenário epidemiológico e assistencial desfavorável)
Noroeste Onda vermelha Onda vermelha
Norte Onda vermelha Onda vermelha
Oeste Onda vermelha Onda vermelha (situação agravada em razão de cenário epidemiológico e assistencial desfavorável)
Sudeste Onda vermelha Onda amarela (progressão de fase)
Sul Onda vermelha Onda vermelha (situação agravada em razão de cenário epidemiológico e assistencial desfavorável)
Triângulo-Norte Onda amarela Onda vermelha (regressão de fase)
Triângulo-Sul Onda vermelha Onda vermelha
Vale do Aço Onda amarela Onda amarela

* Com informações da Agência MinasConfira, na íntegra, a Deliberação nº 163/2021