Nota de repúdio da ACMinas, Fecomércio MG, Sesc, Senac aos atos violentos ocorridos em Brasília

A Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais – ACMinas e Fecomércio MG, Sesc, Senac repudiam veementemente os atos de destruição ao Congresso Nacional, ao Palácio do Planalto e ao Supremo Tribunal Federal, ocorridos em Brasília no domingo, dia 08/01. 


Manifestações violentas, partam de onde partirem, devem ser repelidas e condenadas severamente, sendo que os responsáveis devem ser punidos de acordo com os devidos preceitos legais. Esse tipo de ação jamais será aceita dentro do âmbito democrático.

A barbárie das invasões e a violência praticada nos atos não possuem explicação alguma. Isso não serve como motivo para justificar a implantação de regras que ultrapassem os limites das leis, as garantias constitucionais e o ordenamento jurídico brasileiro.

O bom Direito e a boa justiça, princípios defendidos e valorizados na ACMinas e Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais devem fundar-se na serenidade, na firmeza e no diálogo amigável, respeitando os padrões democráticos, éticos e constitucionais da sociedade brasileira.


José Anchieta da Silva
Presidente da ACMinas


Nadim Donato
Presidente do Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais