Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais assinam Protocolo de Intenções com Governo de MG para rota turística que integra três estados e o Distrito Federal

Rota “Via Liberdade” envolverá mais de 300 cidades em atrativos ao longo da BR-040

Na segunda-feira (25/04), o Sistema Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais assinaram um Protocolo de Intenções com o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), para o projeto denominado “Via Liberdade”, maior rota turística e cultural do país. O encontro foi realizado no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, e contou com a presença do presidente da Fecomércio MG, Lázaro Luiz Gonzaga; o diretor Regional do Sesc em Minas, Luciano Fagundes; e o diretor Regional Adjunto do Senac em Minas, Antônio Gonzaga, do governador de Minas, Romeu Zema; do secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira; dentre outras autoridades.

A Via Liberdade conta com investimento de cerca de R$ 12 milhões para fomento e estruturação do turismo nas cidades envolvidas ao longo de um percurso de 1.179 quilômetros da BR-040, sendo 830 km em Minas Gerais. Desse montante, mais de R$ 4 milhões foram destinados em acordo de cooperação firmado entre o Governo de Minas, a Fecomércio MG, Sesc, Senac e Sindicatos Empresariais para ações de capacitações, promoção, marketing turístico e intercâmbio cultural.

A parceria irá fomentar o turismo das cidades envolvidas e, por consequência, o desenvolvimento territorial e econômico das regiões contempladas, interligando as belezas, as histórias, a cultura e a arte do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal. A Via Liberdade conta com ações e programas estratégicos que serão desenvolvidos ao longo da BR-040 e imediações. O investimento total na Via Liberdade contempla também editais de cultura e turismo e investimentos em projetos nas autarquias estaduais. “É uma honra para a Fecomércio MG fazer parte de um projeto que busca oportunidades de desenvolvimento social e econômico para mais de 300 municípios. A iniciativa abrange roteiros repletos de belezas naturais e histórias que marcaram o Brasil”, celebra o presidente da Fecomércio MG, Lázaro Luiz Gonzaga.

Segundo o diretor Regional do Sesc em Minas, Luciano Fagundes, como braço social da Fecomércio MG, o Sesc será responsável por todas as atividades referentes à Cultura e o Turismo na Via Liberdade. “A Via Liberdade é extremamente importante porque abrange diversas cidades mineiras. É mais um projeto que abraçamos junto ao Governo de Minas, e o que for necessário, na área de Cultura e Turismo, para desenvolver estes municípios, estaremos a frente, apoiando a Secult”, diz o diretor.

A rota foi criada também em comemoração ao Bicentenário da Independência do Brasil e aos 100 anos da Semana de Arte Moderna, visto que percorre as cidades que tiveram protagonismo nesses momentos históricos, desde a fase do Brasil Império no Rio de Janeiro, passando pelos movimentos libertários em Minas, a conquista do interior em Goiás e o apogeu da Independência do Brasil, sintetizado na criação modernista de Brasília.

O projeto conta com quatro eixos de ações, de forma conjunta, pelos três estados e Distrito Federal, sendo de estruturação, sinalização, promoção dos roteiros e destinos turísticos e intercâmbio cultural. Para conhecer a rota e obter mais informações, será lançado hoje (26/04) o portal www.vialiberdade.com.br.

São 24 parques, integrando 70% do patrimônio tombado do país, com paisagens entre montanhas e mar, cidades imperiais, natureza exuberante, horizontes, capitais, metrópoles, comidas típicas, tradições, sertão, arte e contemporaneidade. “As oportunidades em torno da Via Liberdade sinalizam caminhos promissores, sobretudo, para o turismo de experiência. Há inúmeros cartões postais, paisagens históricas, atrativos, espaços culturais e museus que, na sinergia proposta pela nova rota turística, deverão ter programações potencializadas pelas políticas voltadas para a promoção do turismo, da cultura e da economia criativa”, explica o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira.

Edital de formação para Rota Via Liberdade

A Via Liberdade também lança edital a partir de quarta-feira (27/04), direcionado a projetos que contemplem a realização de oficinas e ações de capacitação de curta duração voltadas ao desenvolvimento de técnicos, profissionais, artesãos, mestres de ofícios e outros que atuem ou tenham interesse em atuar na preservação de patrimônio material e imaterial de Minas Gerais. As inscrições vão até o dia 27 de maio, por meio da Plataforma Digital Fomento e Incentivo à Cultura.

O objetivo é contemplar também a capacitação de agentes culturais, cujas ações sejam viabilizadas na rota turística do corredor cultural da “Via Liberdade”. Está previsto o valor de R$ 1 milhão, oriundo do Fundo Estadual de Cultura (FEC). Esse montante será distribuído a cerca de 50 projetos propostos por pessoas físicas nas categorias de Artes Plásticas e Ofícios, e Preservação do Patrimônio Cultural.

Também será lançado edital voltado à promoção e ao apoio à comercialização do turismo.