Vendas de veículos continuam desaceleradas

As vendas de veículos novos ainda não apresentaram a melhora esperada, a queda das duas primeiras semanas de julho em relação ao mesmo período do mês de junho foi de quase 10%, e em relação ao mês de julho de 2013, a queda foi de 17%. No acumulado do ano em comparação com o mesmo período de 2014, houve queda de 7,8%.

De acordo com Luiz Carlos Augusto, da DDG Consultoria Automotiva, é provável que nesta fase pós Copa do Mundo as vendas melhorem, mas a instabilidade deve persistir até outubro devido às eleições. Augusto prevê para o ano de 2014 quedas entre 7% e 8% nas vendas, enquanto que a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta redução de 10%.